O que é o tal do Vinho Azul: é realmente um vinho ou uma modinha?


Desde 2018, quando o Vinho Azul marcou sua presença me fiz essa pergunta. Por incrível que pareça ainda não provei o tal Vinho, acreditam?
Por isso decidi que irei provar o tal vinho até Maio.

Antes , deixo a explicação feita pelo www.vemdauva.com.br para que você se familiarize com o produto e fique com vontade de prova-lo também. (malvadinha eu né?)

O vinho azul, a bebida que sacode o mundo do vinho. Uma nova variedade de vinhos foi criada na Espanha: o vinho azul. E devemos admitir que realmente queremos experimentá-lo.

Vinho azul. Não, não, você não ouviu errado. A marca espanhola Gik Blue oferece este vinho original, e digamos – bem original.

O conceito foi desenvolvido ao longo de dois anos por seis empresários espanhóis com vinte anos, colaborando com uma universidade basca e um centro de pesquisa de alimentos. Mas e o que o mundo do vinhou achou disso?

Amantes de bons vinhos e produtos naturais, tenha a certeza, a cor azul da nossa próxima bebida de glamour favorita (pelo menos, esperamos) não é nada química.

Como é obtida a coloração azul no Vinho Azul?

É obtido graças a uma mistura de uvas brancas e roxas e tudo sem corante! Então sim, é um vinho VERDADEIRO.

Um vinho legal e de glamour em breve. Perfeito, não? Acabamos de aprender que o vinho azul não é feito com corantes!



O vinho azul nasceu no desejo de um jovem empresário de “agitar um pouco um pouco, criar algo novo, algo diferente”. E como ele fez isso?

Então, sim, este novo vinho pode ofender os amantes do vinho e os especialistas em vinhos, mas esse é o objetivo: esquecer o que sabemos sobre vinho, padrões e testar algo novo. Nós dizemos sim.

De acordo com a nota oficial de degustação, este vinho revolucionário tem uma intensidade aromática média, aromas de uvas e frutas maduras. É um vinho doce com uma acidez marcada mas doce.

Recomenda-se que sirva frio, a menos de 10 ° C. Pode ser melhor servido com sushi, nachos de guacamole, tzatziki, macarrão carbonara, salmão defumado. Pronto para testar? As dicas te deixaram com água na boca, não? Então vamos!
Vinho azul é proibido no Brasil, mas como?

Se assim for, a garrafa está disponível no site do Gik Blue entre 6,50 e 10 €, pode ser entregue apenas na Espanha. Mas este não é um problema.

Vários importadores tem interessa em trazer o Vinho Azul para o Brasil, mas o MAPA impediu as importações.



Segundo o Mapa, o vinho contém sim, coloríficos não-naturais, e a lei brasileira diz que vinhos não podem ter corantes. Então, o vinho azul ficou preso na alfândega.



Porém, os produtores dizem que não, não tem corante artificial nenhum. A batalha ainda pode ser grande. Em quanto isso, você não pode contar pra ninguém, mas há algumas garrafas no mercado negro.
Você pode conseguir uma no Mercado Livre, isso mesmo! Porém NÃO PODEMOS GARANTIR QUE ESSA VERSÃO REALMENTE NÃO TENHA CORANTES.
Soubemos que há bares na região sul que oferecem o vinho, foram trazidos direto da Espanha.



Estamos pensando em fazer uma petição para pedir aos empresários que consigam reverter a situação, afinal de contas, o verão está aqui! Por enquanto, a gente precisa se contentar em dar uma olhada no Instagram (devemos admitir que ele é muito fotogênico).

E você, o que acha do Vinho Azul? Já experimentou? Conta pra gente!
Indigotina, o corante orgânico, seria um problema

Especialmente indigotina, o corante orgânico que dá uma cor inimitável ao vinho Gik, isso seria um problema, explica Rayon-Boisson. A presença do pigmento na composição da bebida alcoólica e seu papel na cor azul do produto não estarão claramente indicados no rótulo.

O último também inclui informações escritas em inglês que, para uma melhor compreensão da natureza da bebida pelos clientes da Auchan, devem ser traduzidas para o francês. A marca nórdica ainda não comunicou a data em que o vinho azul reaparecerá nos seus hipermercados.
“Nós não somos viticultores. Somos criadores “

É assim que os fundadores de Gik Vino Azul se descrevem, que não significam nada menos do que revolucionar a indústria do vinho com o seu “vinho azul”, ou vino azul, uma bebida alcoólica açucarada à base de uva lançada no mercado. Espanhol em 2015 e à venda exclusivamente na Web.

Todos com os vinte e poucos anos, sem qualquer experiência anterior de vinho, certamente não é a humildade que os sufoca.

“Nós acreditamos em uma rebelião criativa, queremos construir coisas novas, romper com o passado para criar nosso próprio futuro”, lê o site da empresa espanhola.

Um discurso que se parece muito mais com o lançamento de um techno do que um produtor de vinho. Isso não é totalmente falso, já que a jovem equipe de empresários colocou acima de tudo a inovação tecnológica para se destacar.
Pigmentos naturais

Mas qual é o segredo desta incrível cor? De acordo com a sua “folha anti-técnica” (somos rebeldes ou não somos!), Vino azul tira o seu vestido azul de pigmentos naturais, índigo e antocianina, que vem da pele de uvas usado para sua elaboração.

“Estamos trabalhando com vinhas de diferentes partes da Espanha, cujo sabor e cor estamos melhorando através da tecnologia de alimentos”, diz.

Desenvolvido em colaboração com a Universidade do País Basco e Azti Tecnalia, um centro basco de pesquisa e inovação alimentar, o Gïk Live é composto de uma mistura de uvas vermelhas e brancas de regiões como La Rioja, Zaragoza, León e Castilla-La Mancha. Sem açúcar adicionado, no entanto, contém edulcorantes que lhe dão sabor doce e doce.

A folha de prova também menciona “aromas de vinho frescos e agradáveis” e “notas de frutas maduras”. Com um teor de álcool de 11,5%, é idealmente bebido em torno de 13 ° C, como acompanhamento de sushi, chips de guacamole, salmão defumado ou molho tzatziki.

Marcos Marcon
Editor do Vem da Uva desde 2014. Correspondente VINOInfluencer/Espanha no Brasil. Entusiasta do Vinho Nacional. Divido meus dias entre vinhedos, escritórios e mesas de bar.


Gostou?
Compartilhe!
Beijo da Gu

Comentários