8 ATITUDES que você Nunca deve aceitar em um Relacionamento.


Parece ser tão difícil manter um relacionamento saudável e prazeroso não é? 
Talvez por acharmos que o "outro" nos pertença, acabamos deixando de lado a coisa mais importante: Ser para o Outro aquilo que gostaríamos que ele fosse para nós. 
E assim o brilho no olhar vai sumindo, a alegria dá espaço á amargura. 
Falo de TODA forma de Relacionamento - homem/mulher , homem/homem , mulher/mulher - casados, namorados, ficantes, amantes.
Reportagem: Giulia Gazetta - Edição: MdeMulher
Por isso cuido, protejo, invisto no relacionamento.Amar, ser amado é bom demais.
Claro que também leio e vejo muita coisa sobre o assunto e o que dá certo compartilho aqui.
O ser humano é adaptável, não importa o quão ruim seja uma situação, temos a tendência de nos acostumar e até a viver bem (de certa forma) com coisas que não nos agradam. Porém, apesar dessa característica que nos ajuda a sobreviver em meios mais hostis, alguns desses descontentamentos nós jamais devemos nos acostumar. Um deles, é o relacionamento ruim. 

É impossível ser feliz em meio a um relacionamento que só destrói nossa capacidade de sorrir. Não é nada saudável! 
Muitas vezes eles se sentem infelizes, mas não criam coragem de dizer as suas esposas
Por outro lado, na prática é um pouco diferente. A gente entra de cabeça no relacionamento e acaba não percebendo o quanto ele é ruim. Por isso, especialistas listam sete coisas que você nunca deve aceitar numa relação. Veja quais são: 

1. Egoísta 
Apaixone-se por alguém que realmente esteja interessado em manter o relacionamento feliz, saudável e estimulante, e não por alguém que tende a se desconectar e deixar você com toda a carga, explica a terapeuta de casal e família em Sherman Oaks, na Califórnia, Carin Goldstein. 
“A pior coisa é estar em um relacionamento onde seu parceiro seja incapaz de refletir”, explica. “Precisam reconhecer como suas ações afetam o relacionamento.”, completa. 

2. Orgulhoso 
É vital que você esteja com alguém que saiba admitir seus próprios erros, explica o fundador do Couples Center, Gal Szekely. “Você não vai querer estar com um parceiro que fica na defensiva e tende a transferir a culpa”, explica. 
“Quando não estamos abertos a assumir a responsabilidade, não estamos abertos para aprender e mudar. E, se não pudermos mudar e crescer, não seremos capazes de nos adaptarmos às mutantes circunstâncias de nossas vidas e à evolução das necessidades de nossos parceiros.” 

3. Senso de humor 
A vida tende a reservar algumas rasteiras inesperadas. Para amenizar a queda, é importante que você e seu parceiro tenham um senso de humor semelhante, conta a terapeuta de casal, Amy Begel. 
“Você precisará disso para enfrentar os altos e baixos da vida e dos relacionamentos”, contou. 
“Às vezes, vejo casais em meu consultório onde um parceiro leva as coisas muito a sério. Se vocês não conseguem brincar um com o outro durante os momentos turbulentos na vida, isso não é bom para o relacionamento.” 

4. Parado no tempo - Esse item É importantíssimo!
“Escolha alguém que queira crescer e aprender com você ao longo da vida. Não perca seu tempo com alguém que não queira melhorar, especialmente se as atitudes da pessoa realmente estão precisando de melhora”, explica o terapeuta de casal Winifred Reilly. 
“Quando se trata de casamento, todos nós temos muito o que aprender. Nenhum de nós começa com todas as habilidades que precisamos, ou podemos saber, com antecedência, como enfrentar os desafios inevitáveis à frente”, disse. 
“Os parceiros mais bem-sucedidos são aqueles dispostos a treinar um olhar clínico sobre si mesmos e abrir mão de crenças que não são tão úteis, a fim de poder adotar novas ideias e comportamentos.” 


5. Empatia 
Se, depois de reclamar sobre seu longo dia no trabalho, seu parceiro solta: “Hã, o que você disse?”, com o smartphone no ouvido, pode ser que você esteja com a pessoa errada”, diz Goldstein. 
“Ter compaixão em relação ao outro é a base de qualquer relacionamento. Entrar em um relacionamento onde a outra pessoa é incapaz ou não quer se colocar em seu lugar é como tentar tirar leite de pedra. Você essencialmente estará em um relacionamento onde se sente sozinho.” 

6. Admiração 
“Em um bom relacionamento, seu parceiro está totalmente no seu time. Ele não menospreza suas qualidades ou desencoraja seus objetivos, e, em geral, acrescenta à sua vida em vez de subtrair”, explica Szekely. 
“Um bom parceiro apoia, torce por você, lhe ajuda a enfrentar seus medos e aumenta sua confiança”, afirma. 
“Normalmente, possui algumas qualidades que você não tem e, por isso, pode complementar você de alguma forma. Quando ambos fazem isso um pelo outro, cada um se torna melhor — vocês são as melhores versões de si mesmos. Conclusão: vocês se sentem melhor na vida e são capazes de crescer juntos.”, acrescenta. 

7. Dependência  - Muitas vezes é carência.
“Sendo um casal, você e seu parceiro complementam a vida um do outro, mas, no final do dia, são pessoas separadas que, se necessário, podem estar bem e se sentir realizadas sozinhas”, afirma Begel. 
“É preciso haver uma capacidade mútua para a autossuficiência. É uma qualidade extremamente importante e muito subestimada em uma parceria. Isso se encaixa na categoria de amor próprio; uma dose saudável dessa qualidade em ambos os parceiros tende a promover o respeito mútuo no longo prazo”, finaliza. 

8 – Falsas interpretações, adivinhação e silêncio
As falsas interpretações são o que mais conflitos gera.
A adivinhação é o que mais equívocos provoca.

Os silêncios são o indício de uma separação emocional.

Comunicar é difícil. Com emoções à flor da pele, mais ainda.
Não visualize a interpretação que fez como sendo a verdade absoluta. Pode ter entendido mal. Pergunte o que a outra pessoa quis dizer.
Quem diz que ama e confia no amor que o outro sente, não pensa que ele tem a intenção de o castigar ou causar dano. Pois, isto deveria ser assim, mas as experiências do passado estão no presente, o filtro das memórias não dão descanso e o medo e receio são acionados.
Vivemos momentos de tanto desamor, cobranças e críticas que viver o amor se faz necessário.
Não canso de dizer que procuro ser a cada dia o tipo de pessoa que eu gostaria de ter ao meu lado.
Invista no Relacionamento se ele for leve, saudável e verdadeiro.
Caso contrário :DESAPEGA.
Seja Feliz!

Beijo da Gu

Arquivo Pessoal / Nelson Sheep 


Comentários